You are currently viewing Mentoplastia ou preenchimento de queixo?

O queixo faz parte do contorno da face, ou seja, é parte essencial para a harmonização do rosto de qualquer pessoa, não é mesmo? Constantemente recebo pacientes em meu consultório com uma dúvida sobre qual procedimento é o mais indicado para resolver sua situação. Por isso, neste artigo respondo a seguinte pergunta: mentoplastia ou preenchimento de queixo?

Antes de mais nada, vamos compreender por que algumas pessoas possuem o queixo para trás e a maxila muito para frente. Inclusive, são os conhecidos casos classificados como Classe Dois (já falamos sobre esse tema no post anterior). Costumo falar que o Brasil é o país da Classe Dois, já que, com base nos atendimentos em meu consultório, posso afirmar que 90% das pessoas possuem essa característica.

Por que isso acontece?

Além disso, é importante explicar que um dos motivos comuns que podem afetar a região do queixo é o envelhecimento. Sabe por quê? Na medida em que envelhecemos, o queixo se move para trás, o que faz com que o tecido ósseo na área se dissolva. Dessa forma, acaba reduzindo também o suporte estrutural na região.

Independentemente de cada caso, quando há o diagnóstico correto, existem diversas possibilidades de tratamento. Duas delas são a mentoplastia e o preenchimento. Essa escolha quem vai definir é o paciente. 

O que é o preenchimento de mento?

O preenchimento de mento é um procedimento não cirúrgico e uma ótima alternativa para substituir o suporte estrutural perdido na região do queixo. Essa opção alonga o rosto, valoriza as estruturas da face, como a mandíbula, e equilibra o rosto. Além disso, melhora a flacidez facial por meio do estímulo de colágeno e elastina. 

O que é mentoplastia?

A mentoplastia é um procedimento cirúrgico para fazer a protrusão do queixo. Logo, diferentemente do preenchimento, a mentoplastia é uma intervenção definitiva, que pode remodelar, aumentar ou diminuir o queixo/mento.

No entanto, nos casos em que o paciente apresenta uma protrusão muito grande, é necessário aliar uma cirurgia ortognática. Da mesma forma, as próteses de mento também são uma possibilidade. 

Vantagens do preenchimento

Acima de tudo, o preenchimento é um procedimento de resultado imediato, o que resulta em uma autoestima mais elevada logo após sua realização. Do mesmo modo, não requer repouso, já que em torno de três semanas o paciente já se encontra plenamente recuperado.

Nesse sentido, é válido destacar que outra vantagem do preenchimento é o fato de não ser um procedimento definitivo. Para isso, recomendo a utilização de ácido hialurônico por se tratar de uma substância reversível, cujo procedimento para reversão se chama hialuronidase. 

Essa também pode ser uma alternativa de test drive para o paciente: ele poderá ver o resultado, avaliar sua satisfação e então decidir se ainda deseja realizar uma mentoplastia ou não.

Veja também:

Afinal, mentoplastia ou preenchimento de queixo?

É importante lembrar que…

Tudo depende do caso clínico do paciente.

Por último, cabe ao profissional avaliar o caso de cada pessoa e encontrar as opções mais apropriadas ao seu caso em particular. Sob o mesmo ponto de vista, é possível associar técnicas e a realização de procedimentos para um resultado de excelência.

Espero ter tirado suas dúvidas a respeito da mentoplastia e preenchimento de queixo. 

Se você gostou desse conteúdo, acompanhe também meu canal no Youtube clicando aqui.

Um abraço e até a próxima!