Bioestimuladores no combate ao envelhecimento

Diminuir os sinais da idade que a nossa pele nos dá é um dos maiores desejos dos meus pacientes. E para isso, utilizamos, principalmente, os bioestimuladores de colágeno.

Mas, apesar da popularidade do termo, muitas pessoas não sabem o que são esses bioestimuladores e como eles atuam no nosso corpo. E é sobre isso que vamos conversar neste artigo.

O que é o colágeno

Naturalmente produzido pelo nosso corpo, o colágeno é uma proteína essencial que tem como função primordial dar sustentação e manter a coesão das fibras do nosso corpo.

Entretanto, com o envelhecimento natural, a curva de produção começa a cair a partir dos 30 anos.

Mas em geral, os sinais mais intensos começam a aparecer a partir dos 40, como rugas e flacidez.

Existem ainda hábitos que fazem com que a quantidade de colágeno em nosso organismo diminua ainda mais rápido. Como por exemplo, a exposição solar excessiva, consumo de açúcar em excesso, tabagismo e a poluição.

Todos esses fatores, ao gerarem radicais livres, causam a oxidação e degeneração das fibras de colágeno.

Basicamente, é por isso que algumas pessoas têm aparência envelhecida antes do que outras.

Mas é possível recuperar essa produção de colágeno?

É possível recuperar o colágeno da pele, mas não é tão simples quanto parece.

Muitas pessoas acreditam que, por conta da produção natural de colágeno pelo nosso corpo, basta suplementá-lo que o mesmo voltará a ser produzido.

Mas a verdade é que suplementos orais de colágeno ou cosméticos não são, de fato, eficazes.

Isso acontece por conta do modo como todas as proteínas são metabolizadas pelo nosso organismo.

Basicamente, as proteínas de colágeno são grandes demais para entrar nas células da sua pele, uma vez que são produzidas de dentro delas para fora.

Mas então como recuperá-lo?

Através dos queridos bioestimuladores de colágeno.

Leia também: Como aumentar a produção de colágeno da pele?


O que são bioestimuladores de colágeno?


Bioestimuladores de colágeno são substâncias produzidas em laboratório que estimulam as células a produzirem colágeno e, consequentemente, dão mais sustentação à pele.

Para sua aplicação, injetamos substâncias que duram cerca de um ano no local, estimulando o colágeno durante todo esse tempo. O que deixará a sua pele mais firme e com um aspecto jovial.

Não há contraindicação de estímulo de colágeno em pacientes a partir dos 30 anos como forma de prevenção. Afinal, prevenir é sempre melhor que remediar.

Quais os tipos de bioestimuladores de colágeno?

Existem quatro tipos disponíveis no mercado: o ácido Poli-L-Láctico (conhecido por Sculptra), a hidroxiapatita de cálcio (conhecido por Radiesse), a policaprolactona (Ellanse) , os fios de polidioxanona (PDO) e o ácido hialurônico + hidroxiapatita de cálcio (HarmonyCa).

O Sculptra e os fios de PDO não apresentam efeito de aumento de volume. Já o Radiesse, o Ellanse e o HarmonyCa também fazem o papel de preenchedores, aumentando o volume do local.

Com qual frequência preciso aplicá-los?

Cada paciente é único. Por isso, a frequência e o número de sessões pode variar para mais ou menos.

Tudo depende da idade, hábitos de vida do paciente e claro, do nível de flacidez e rugas presentes na sua pele. Mas quando se trata desse tipo de procedimento eu indico, em média, três sessões.

O tratamento pode durar de 8 a 18 meses, dependendo muito dos cuidados e hábitos que você possui. Por isso, a frequência também é muito relativa.

Quer envelhecer de bem com a sua pele?

Muito do seu processo de envelhecimento vai ser definido a partir de hábitos que você adota durante a sua vida.

Mas isso não quer dizer que você precisa aceitar as suas consequências.

Os bioestimuladores de colágeno estão disponíveis para o uso a seu favor e a favor do seu bem-estar.

Sentir-se bem consigo mesmo é extremamente importante e pode fazer toda a diferença na sua vida.

Espero que tenha gostado do artigo sobre bioestimuladores de colágeno. E caso queira mais informações e dicas sobre estética e harmonização orofacial, siga meu canal no Youtube!