You are currently viewing Qual o melhor tratamento para estrias?
As marcas no corpo incomodam você? As estrias podem interferir diretamente na sua autoestima. Por isso hoje apresentamos o melhor tratamento para estrias.

As marcas no corpo incomodam você? As estrias podem interferir diretamente na sua autoestima. Por isso hoje apresentamos o melhor tratamento para estrias.

A verdade é que existe mais de um tipo de estria e a forma de tratar pode variar.

Para entender tudo sobre o melhor tratamento para estrias, leia esse artigo até o final!

O que são estrias?

As estrias são depressões lineares que se formam, de maneira mais comum, em áreas da pele que sofrem mais com esticamento. 

Elas podem ter tons avermelhados ou arroxeados, quando recentes e, quando mais antigas, na cor branca.

As estrias surgem a partir da degradação das fibras elásticas da pele e são comuns após um efeito sanfona, como por exemplo:

  • Ganho abrupto de peso ou massa muscular
  • Gestação
  • Estirão de crescimento em adolescentes

Locais mais comuns do aparecimento de estrias

  • Braços;
  • Barriga;
  • Costas;
  • Coxa;
  • Glúteos;
  • Seios.

Tipos de estrias

Na verdade, existem estágios da estria, sendo que o primeiro inicia com uma inflamação.

Nesta fase, é quando a estria está avermelhada ou arroxeada e é chamada de estria recente. Quando cicatriza e, consequentemente envelhece, sua cor passa a ser branca e é chamada de estria envelhecida.

Qual o melhor tratamento para estria?

O tratamento para estria deve ser definido juntamente ao profissional que irá realizar o procedimento, alinhando com as suas necessidades e possibilidades.

Confira os tratamentos mais realizados:

Microagulhamento

O microagulhamento promove a renovação celular do local onde é realizado, além de estimular a produção de colágeno na área.

No combate as listras indesejadas, o tratamento para estrias também auxiliam na redução das mesmas e no aspecto da pele afetada.

Carboxiterapia

Esse tratamento para estrias é mais indicado para estrias vermelhas, pois têm maior possibilidade de regeneração que as estrias brancas.

A carboxiterapia consiste na aplicação de gás carbônico dentro da cicatriz da estria, o que faz com que os vasos sanguíneos se dilatem e melhore a oxigenação da área.

Peeling com ácido retinóico

O ácido retinóico é excelente para reduzir as estrias mais jovens, aquelas que ainda estão vermelhas e mais inflamadas. 

Isso porque ele atua como peeling, ou seja, esfolia e renova a pele, além de estimular a produção de colágeno.

Intradermoterapia

Esse tratamento é indicado a pessoas com estrias envelhecidas e profundas. A intradermoterapia funciona a partir da injeção de estimuladores de colágeno nas áreas mais afetadas.

Entre as substâncias que podem ser injetadas estão CO2, trissilinol, X-adene e vitamina C.

Se você está cansada de sofrer com estrias, entre em contato com a gente para agendar uma avaliação! Siga @institutovitorerlacher no Instagram!