You are currently viewing Intradermoterapia: o procedimento que reduz a gordura corporal
Closeup of back of an obese elderly woman

Fique atenta: o verão está chegando e você não pode, de maneira nenhuma, deixar de usar roupas mais curtas e leves ou até o seu biquíni favorito por culpa da flacidez, ou então aquela gordurinha localizada que tanto te incomoda. Conheça a intradermoterapia.

A hora de tratar é agora, e a intradermoterapia pode ser a solução rápida e prática para você que procura um procedimento estético não cirúrgico capaz de reduzir de 3 a 10 cm de gordura corporal.

Vamos te explicar tudo sobre a intradermoterapia neste artigo. Vamos lá?

O que é a Intradermoterapia?

A intradermoterapia, conhecida também como mesoterapia, foi desenvolvida na França originalmente para o tratamento de doenças vasculares e infecciosas, lesões esportivas e para a melhoria da circulação.

Até serem descobertos todos os seus efeitos benéficos na nossa pele.

Isso porque trata-se de uma técnica minimamente invasiva que envolve uma série de injeções (com uma agulha super fina) de medicamentos, vitaminas, minerais e coquetéis de aminoácidos no mesoderma, aplicados na camada de gordura e tecido conjuntivo sob a pele.

Ou seja, tem como objetivo proporcionar uma alta concentração de fármacos de eficiência comprovada, diretamente nas zonas em que se deseja tratar.

E, claro, a escolha do produto aplicado acontece de acordo com a finalidade do tratamento.

Geralmente, são injetadas quantidades microscópicas de extratos naturais, colágeno, ácido hialurônico, compostos à base de lecitina, cosméticos e vitaminas. 

Essas substâncias, então, agem nas causas subjacentes ao problemas estético tratado, como má circulação, retenção de líquidos e inflamação dos tecidos conjuntivos, que causam danos à sua cútis

Leia também: Como melhorar o aspecto dos lábios?

Qual sua indicação?

A intradermoterapia é o tratamento estético mais recomendado pela Sociedade Brasileira de Biomedicina Estética (SBBME) para a perda de gorduras localizadas. Mas vamos ser mais específicos:

Tratamento da celulite:  

A celulite é uma das maiores queixas entre as mulheres. 

Essa alteração acontece pelo acúmulo de gordura, água e toxinas nas células, tornando-as inchadas e endurecidas.

Por isso que a pele fica com aqueles furinhos indesejados e difíceis de eliminar por meio de métodos convencionais, como dieta e exercícios. 

Com a intradermoterapia, os medicamentos injetados na região irão agir diretamente nessas células inflamadas, quebrando as células de gordura e melhorando a circulação, conferindo à pele uma aparência suave, lisa e livre de ondulações.

Tratamento da Flacidez

A flacidez cutânea acontece pela perda de colágeno e elastina da pele. Portanto, está associada ao processo de envelhecimento.

A combinação de medicamentos injetados nas regiões afetadas visa o estímulo da produção de colágeno e de novas fibras de sustentação pela pele.

Leia também: Bioestimuladores de colágeno contra a flacidez.

Rejuvenescimento facial

A intradermoterapia pode ser aplicada também na região do rosto, suavizando rugas e linhas de expressão, além de hidratar a pele e diminuir os sinais do envelhecimento de maneira geral.

Redução de gordura localizada

Qualquer pessoa pode apresentar pequenas áreas de gordura localizada, mesmo pessoas dentro do peso ideal. Isso porque a gordura localizada nada mais é do que a “reserva de energia” do nosso corpo.

Os depósitos de gordura em áreas como o queixo, a papada, a parte interna das coxas e o culote são tratados com sucesso por enzimas que degradam as células de gordura.

A gordura destruída é, então, metabolizada pelo organismo.

Quais os benefícios do tratamento?

A Intradermoterapia oferece a possibilidade de melhorar a definição do corpo e a aparência da pele sem a necessidade de cirurgia ou de um longo período de recuperação. A verdade é que você pode voltar a sua rotina normal logo após a aplicação. 

Além disso, o tratamento é rápido, praticamente indolor e com poucos efeitos colaterais, devido a ação do medicamento ser localizada, e não haver uma ação sistêmica.

Apresenta contraindicações?

A intradermoterapia não se indica em casos de alergias às substâncias utilizadas, doenças de pele e doenças crônicas. 

Além disso, não recomendamos para cardíacos, gestantes e lactantes.

Um tratamento único!

A intradermoterapia é um tratamento muito poderoso e totalmente individualizado, sendo realizado única e exclusivamente a partir das suas queixas e necessidades, sempre buscando pela satisfação do paciente.

É claro que, para resultados ainda mais incríveis, alinhar bons hábitos de vida, uma boa alimentação e exercícios físicos, são uma ótima opção.

Espero que você tenha gostado desse conteúdo e entendido mais sobre a intradermoterapia. Se você acredita que esse tratamento pode ser interessante para você, agende já a sua avaliação.

Será um prazer aumentar ainda mais a sua autoestima!

Instituto Vitor Erlacher.