You are currently viewing Como tratar os sinais do envelhecimento do pescoço?

Você cuida da pele do seu pescoço? Você sabia que seu pescoço é capaz de denunciar a sua idade?

A falta de cuidados com a área podem sim torná-la vítima de sinais claros de envelhecimento cutâneo.

Aliás, muitos pacientes meus, após fazerem um procedimento de rejuvenescimento facial, percebem e sentem-se insatisfeitos com o aspecto envelhecido da pele do pescoço e do colo. 

Talvez por conta da flacidez, manchas, linhas que aparecem nas laterais do pescoço, a papada…. Se identificou com algum desses sinais? 

Trago boas notícias: tem tratamento, e é sobre eles que falarei neste artigo. Vamos lá?

Sinais do envelhecimento do pescoço

O pescoço é uma área do corpo que está muito sujeita aos efeitos do sol, do frio e de outros fatores que afetam a saúde da pele.

E convenhamos que também não damos muita atenção à ela.

A consequência disso é clara: o pescoço é uma das partes que sofrem mais precocemente com o envelhecimento.

Mas a verdade é que cada pessoa apresenta um processo de envelhecimento individual, que depende de vários fatores, como genética, exposição ao sol e tabagismo. 

Como citei anteriormente, os sinais mais comuns do envelhecimento do pescoço são a flacidez, manchas, rugas e a temida papada.

E cada um desses sinais tem o seu próprio protocolo de tratamento:

Flacidez e rugas

A flacidez normalmente é causada pela deficiência de colágeno na região.

Mas é preciso ficar atento pois há casos em que a flacidez pode ser mais facilmente resolvida através de cirurgias, é quando aquele pescoço já teve uma perda de músculo. 

Portanto, cabe ao profissional fazer esse diagnóstico.

Isso porque, quando a flacidez encontra-se em estágios iniciais, os bioestimuladores de colágeno, ultrassom microfocado são uma boa opção de tratamento.

Os bioestimuladores de colágeno, nesse caso são o Sculptra e Radiesse, respectivamente produtos à base de ácido poli-l-lático e de hidroxiapatita de cálcio.

Depois da aplicação, a produção de colágeno vai começar em cerca de três semanas a um mês e o pico dessa produção vem depois de 3 meses, então demora alguns meses para perceber resultados.

Já o ultrassom microfocado é o popular Ultraformer. Ele tem diversas ponteiras que agem nas diferentes camadas da pele, provocando firmeza na pele e também agem destruindo gordura localizada. 

Inclusive, unir esses dois tratamentos trará um excelente resultado.

Leia também: Bioestimuladores de colágeno contra a flacidez.

Manchas

As manchas, especialmente o melasma, são causadas pelos raios solares. 

Infelizmente não há cura, mas sim tratamento para que se tornem mais suaves e quase imperceptíveis.

Nesse caso, o uso de peelings, seja físicos ou químicos, pode ser uma boa opção. Mas claro, sempre orientados por um bom profissional.

Existem também outros tipos de manchas chamadas de poiquilodermia.

São uma mistura de pigmento marrom com vasinhos avermelhados que aparecem principalmente nas laterais do pescoço.

Nesse caso o tratamento com laser CO2 fracionado funciona muito bem.

Papada

A papada pode se formar pela flacidez ou pelo acúmulo de gorduras.

Por isso, se o problema for a flacidez valem os mesmos tratamentos que citei acima.

Entretanto, se o problema for gordura localizada temos as seguintes opções: lipo enzimática e lipo aspirativa.

A lipo enzimática consiste na aplicação de uma substância através de agulhas. Essa substância, então, tem o poder de quebrar as células de gordura, diminuindo a papada. 

Sem dor, sem repouso e com resultados visíveis em 30 dias.

Entretanto, a lipo aspirativa é a lipoaspiração tradicional que conhecemos atualemnte, com anestesia e em centro cirúrgico.

Por tudo isso, cabe o diagnóstico do profissional e preferência do paciente ao escolher um dos dois procedimentos.

Leia também: Quais são os tratamentos disponíveis para a papada?

Cuidados com a pele do pescoço

Assim como o rosto, a pele do pescoço também precisa de cuidados diários, como limpeza, proteção solar, hidratação e cremes antienvelhecimento. 

Portanto, cremes com ácidos, antioxidantes – como a vitamina C e vitamina E -, péptidos, estímulo de colágeno e hidratantes são sempre bem-vindos quando indicados pelo profissional.

Mas o principal e obrigatório é o protetor solar.

Não deixe o pescoço denunciar a sua idade

A boa aparência do pescoço é tão importante quanto a do seu rosto. Por isso é bom lembrar que ela também está diretamente exposta ao sol e a agentes externos e oxidantes.

Por isso, vale a pena investir em bons cuidados e bons tratamentos desde cedo para que a região permaneça com o seu aspecto jovial.

Espero ter tirado suas dúvidas sobre os melhores tratamentos para os sinais de envelhecimento do pescoço.

Abaixo, você encontra um vídeo com mais algumas informações sobre o assunto e aproveito para pedir a sua inscrição no meu canal do Youtube.

Um abraço!