You are currently viewing Quais os benefícios da injeção de Vitamina D3?

Quando falamos sobre uma boa saúde, a vitamina D e seus inúmeros benefícios sempre acabam vindo à tona e se tornam pauta de discussão. 

E não é por menos, afinal, essa vitamina desempenha diversas funções essenciais no nosso corpo e encontra-se em duas formas: vitamina D2 e D3.

A vitamina D pode ser absorvida e sintetizada pelo corpo através da exposição à luz solar, alimentação ou por suplementação.

Nesse caso, hoje vamos falar sobre os benefícios da vitamina D3 e quando indicamos sua suplementação através de injeções. Boa leitura!

O que é a vitamina D?

A vitamina D é, na verdade, um hormônio. Isso porque ela tem um característica específica que é ser produzida pelo próprio corpo humano.

Diariamente, a vitamina D realiza várias funções importantes para o bom funcionamento do nosso organismo. 

Por exemplo, na saúde da mulher, especificamente durante a adolescência, a vitamina D contribui para a prevenção da Síndrome dos Ovários Policísticos, da endometriose e da infertilidade.

Além disso, durante a gestação, a vitamina é responsável por prevenir complicações no parto, baixo peso fetal e a diabetes gestacional, bem como auxiliar em melhores resultados de procedimentos de fertilização.

A vitamina D, em seus níveis baixos, pode, ainda, aumentar o risco de depressão em pessoas com mais de 50 anos. Portanto, seus altos níveis podem auxiliar na prevenção da depressão e na melhora do quadro de pessoas que já tratam a doença.

Mas, a sua principal função é a manutenção da saúde dos nossos ossos, e é aí que entra especificamente a vitamina D3. 

Leia também: 5 cuidados básicos para ter a pele saudável.

Vitamina D3

A vitamina D3, também chamada colecalciferol, atua no equilíbrio de substâncias como cálcio e fósforo no organismo, regulando a sua absorção pelo intestino. 

Substâncias essas que, caso você não saiba, são essenciais para a saúde dos nossos ossos e músculos. 

Entretanto, muitas vezes, essa importância só é percebida quando há alguma doença óssea, como a osteoporose, que deixa o indivíduo suscetível a fraturas.

Quando há deficiência de Vitamina D na infância, a formação dos ossos da criança pode ser prejudicada, levando a deformações, o chamado raquitismo. 

Nas mulheres, o nutriente é ainda mais essencial, visto que a redução nos níveis de estrogênio diminui a ação da vitamina D e especialmente a absorção do cálcio pelos ossos.

Como citamos anteriormente, além dos ossos, a vitamina D3 ainda tem função decisiva na saúde dos nossos músculos, sendo essencial para a saúde do coração, que nada mais é que um músculo.

Quando precisamos repor Vitamina D?

Podemos obter essa vitamina na ingestão de alguns alimentos e nos banhos de sol. Mas a verdade é que nem sempre é tão fácil mantê-la em equilíbrio no organismo. 

Isso porque para obtê-la dos alimentos, seria necessário ingerir uma quantidade muito grande dos itens que citamos. 

Além disso, nem sempre o mecanismo da sua produção natural funciona adequadamente.

Então quando sabemos que precisamos buscar outras alternativas de reposição?

Alguns sinais que seu corpo pode te dar, indicando a falta da vitamina:

  • Baixa imunidade, resfriados e gripes constantes são um padrão;
  • Fadiga sem motivo aparente;
  • Dores nas costas e nos ossos;
  • Desânimo constante;
  • Problemas de cicatrização;
  • Perda de cabelo;
  • Dor muscular sem motivo aparente.

Como repor Vitamina D?

Banhos de sol, consumo de alimentos e até mesmo suplementação em cápsulas (orientadas pelo seu médico) são uma alternativa. 

Entretanto, uma das alternativas mais promissoras é a injeção.

Conheça a Vitamina D injetável

A vitamina D injetável só pode ser receitada por um médico como uma forma de oferecer a vitamina D direto na corrente sanguínea. 

Portanto, é um tratamento aplicado quando há a necessidade da recuperação da saúde em menor tempo possível ou para condições clínicas específicas.

Algumas dessas condições são:

  • Em Mulheres para Fertilização in vitro.
  • Para Doença renal (Hemodiálise).
  • No tratamento de verrugas recalcitrantes.
  • Deficiências graves da vitamina.

Mas, apesar de toda sua eficácia, só devemos usar a vitamina injetável quando um médico prescrever e da forma (concentração e periodicidade da aplicação) que o mesmo indicar.  

Conclusão

Estudos demonstram cada vez mais os benefícios das quantidades adequadas de vitamina D para a nossa saúde.  

Isso porque, o problema na maioria das vezes, é que não conseguimos consumir quantidades suficientes da vitamina D através dos alimentos.

E a exposição solar, em muitos casos, não é capaz de garantir níveis adequados do nutriente para a promoção da saúde.

Nesse caso, precisamos suplementá-la, e em alguns casos o médico pode indicar a vitamina injetável, já que seu resultado pode ser visto em menos tempo que outros métodos.

Esperamos que você tenha gostado desse conteúdo e entendido mais sobre a vitamina D injetável.

Até mais!

Instituto Vitor Erlacher.