You are currently viewing Como é feito o diagnóstico e tratamento da alopecia

É comum recebermos em nosso instituto diversos pacientes que temem estar com calvície ao ver os cabelos caindo em excesso. Mas será que é calvície ou alopecia? 

Normalmente, perdemos cerca de 100 fios de cabelo por dia. O problema é quando essa queda se acentua.

A verdade é que nem sempre essa situação demanda preocupação, já que a queda de cabelo costuma aparecer diante de situações pontuais como períodos de estresse, o pós-parto, a falta de vitaminas ou um desequilíbrio hormonal.

Mas como saber que a minha queda de cabelo é mais do um episódio passageiro ou um problema mais grave? É sobre isso que vamos explicar neste artigo.

O que é a alopecia

A alopecia é a queda de cabelo acentuada e causada por fatores diferentes e além da queda natural.

É preciso ter bem claro que esse problema sempre envolve a queda de cabelo. No entanto, nem sempre a queda de cabelo é alopecia.

Nos casos de queda de cabelo, ao reequilibrar o organismo, rapidamente os fios voltam a crescer grossos e com aspecto saudável. 

Portanto, se difere da alopecia, que demanda um tratamento mais complexo.

Leia também: Quais os cuidados após os peelings faciais?

Tipos de alopecia

Existem muitos tipos de alopecia, por isso vamos citar os mais comuns:

Alopecia Areata

É uma condição autoimune que faz com que o sistema imune do corpo ataque os folículos capilares, levando a perda do cabelo irregular. 

Caracterizada por manchas de calvície do tamanho de uma moeda, são mais comuns que apareçam no couro cabeludo, mas podem também surgir em qualquer parte do corpo.

Seu aparecimento prevalece em adolescentes e jovens adultos e ainda não existe cura para esta condição.

Alopecia Barbae

Alopecia barbae é uma forma de alopecia que afeta a barba. Embora não seja tão extrema quanto os outros tipos, ainda resulta na perda de pelos na região. 

Alopecia Por Tração

Se você costuma amarrar seu cabelo bem apertado, preste atenção. A alopecia por tração é causada por penteados que puxam o cabelo para trás que removem as raízes dos fios no couro cabeludo. 

A queda permanente do cabelo pode ocorrer quando uma tensão excessiva é aplicada, uma vez que não se desenvolvem novos folículos.

Eflúvio Telógeno

Uma condição temporária, geralmente é desencadeada pelo stress ou trauma (como parto, luto ou doença grave ) e resulta em uma quantidade excessiva de queda de cabelo.

Com 30% ou mais do cabelo do couro cabeludo mudando para a fase de queda – três vezes a quantidade normal.

Alopecia androgenetica

Essa condição é normalmente conhecida como calvície masculina ou feminina, e nos homens resulta nas linhas do cabelo e afinamento na coroa. Nas mulheres por outro lado, a tendência é do afinamento dos fios em geral mas raramente ficam completamente carecas.2

Não há cura para alopecia androgenética. Entretanto sua progressão é lenta e pode durar várias décadas.

Leia também: Quais os benefícios da injeção de Vitamina D3?

Tratamentos

Antes de mais nada é preciso identificar qual o tipo de alopecia que você possui e então o profissional tricologista (especialista em cabelos e seus problemas), poderá indicar o tratamento mais indicado.

Entre os tratamentos disponíveis estão o microagulhamento robótico. Isso porque, através dos pequenos traumas causados pelo procedimento, junto com o sangramento, levamos à liberação de fatores de crescimento plaquetários, estimulando o crescimento dos fios.

A indicação de shampoos e condicionadores específicos e até manipulados a cada caso também são uma opção. Assim como cosméticos extras recomendados pelo profissional.

Conclusão

A queda de cabelo acentuada vai atingir a todos nós em algum momento da vida. Seja por estresse, doenças específicas, uso de medicamentos, entre outros.

Mas é preciso se atentar a quedas intensas e sem razões aparentes, já que podem ser alopecia. 

Se for o caso, ou você tem desconfiança de estar com alopecia, entre em contato conosco. Quando mais cedo é feito o diagnóstico, mais efetivo será o tratamento.

Instituto Vitor Erlacher