You are currently viewing Varizes: como eliminar vasinhos nas pernas?

As varizes são um problema que afeta grande parte da população. Estimativas da Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular (SBACV) apontam que 38% dos brasileiros adultos convivem com ela.

E diante disso, é também grande a procura por formas de eliminar as varizes das pernas. Afinal, além do aspecto estético, em casos mais graves elas podem representar riscos à saúde, seja por meio de uma embolia ou uma trombose.

A boa notícia é que eliminar os vasinhos indesejados das pernas não é tão difícil e os tratamentos variam de acordo com o tamanho das varizes.

Para explicar como são estes processos, confira o artigo que preparamos abaixo!

O que são varizes?

As varizes são veias grandes e inchadas que costumam aparecer nas pernas e nos pés. Eles acontecem quando as válvulas nas veias não funcionam corretamente, de modo que o sangue não flui com eficácia.

O sangue segue em direção ao coração por meio de válvulas unilaterais nas veias. Mas quando as válvulas ficam enfraquecidas ou danificadas, o sangue pode se acumular nas veias. Isso faz com que as veias aumentem de tamanho. 

Sentar ou ficar em pé por longos períodos pode fazer com que o sangue se acumule nas veias das pernas, aumentando a pressão dentro dos vasos sanguíneos. 

Elas então podem esticar com o aumento da pressão, enfraquecendo as paredes das veias e danificando as válvulas.

Leia também::: Quais são os tratamentos disponíveis para a papada?

Quais as causas das varizes?

As mulheres são muito mais propensas a desenvolver varizes durante a gravidez do que em qualquer outro momento de suas vidas. 

Além disso, as alterações nos níveis hormonais podem levar ao relaxamento das paredes dos vasos sanguíneos. Ambos os fatores aumentam o risco de veias varicosas.

À medida que o útero cresce, há mais pressão nas veias da região pélvica da mãe. Na maioria dos casos, as varizes desaparecem após o fim da gravidez.

Isso nem sempre é o caso e, às vezes, mesmo que as veias varicosas melhorem, podem ficar algumas visíveis.

Outras causas incluem:

  • Genética: as varizes geralmente ocorrem em famílias.
  • Obesidade: estar com sobrepeso ou obesidade aumenta o risco de veias varicosas.
  • Idade: o risco aumenta com a idade, devido ao desgaste das válvulas das veias.
  • Altura: Pessoas mais altas possuem maior probabilidade de desenvolver varizes.

Quais os tratamentos disponíveis?

Para um tratamento mais eficiente, quando mais cedo forem diagnosticadas as varizes, melhor. Desta forma, é possível fazer um manejo mais conservador, utilizando estratégias para que elas não aumentem nem apresentem sintomas desagradáveis.

Se a paciente não apresentar sintomas ou desconforto e não se incomodar com a visão das veias varicosas, o tratamento pode não ser necessário. 

No entanto, se houver sintomas, o tratamento pode ser necessário para reduzir a dor ou desconforto, tratar complicações, como úlceras nas pernas, descoloração da pele ou inchaço.

Os principais tratamentos são:

Cirurgia

Se as varizes forem grandes, pode ser necessário removê-las cirurgicamente. Mas na maioria dos casos, a paciente pode ir para casa no mesmo dia.

Ligadura e decapagem

Duas incisões são feitas, uma perto da virilha do paciente, no topo da veia-alvo, e a outra é feita mais abaixo na perna, no tornozelo ou no joelho. O topo da veia é amarrado e selado. Um fio fino e flexível é enfiado na parte inferior da veia e, em seguida, puxado para fora, levando a veia com ele.

Escleroterapia

Uma espuma do princípio ativo polidocanol é injetada nas veias varicosas de pequeno e médio porte, que as cicatrizam e fecham. Algumas semanas depois, elas devem desaparecer. 

Remoção por radiofrequência

Uma pequena incisão é feita acima ou abaixo do joelho e com a ajuda de um ultrassom. Um tubo estreito (cateter) é inserido na veia.

O médico insere uma sonda no cateter, que emite energia de radiofrequência. Dessa forma, a energia da radiofrequência aquece a veia, causando o colapso de suas paredes, fechando-a e selando-a efetivamente. Esse procedimento é preferido para veias varicosas maiores. 

Leia também::: Como tratar os sinais do envelhecimento do pescoço?

Evite o seu aparecimento

Claro que dependendo da condição individual de cada pessoa, pode ser mais difícil prevenir as varizes, ainda mais se elas envolvem condições genéticas ou são pessoas mais altas.

Porém, as principais indicações para a prevenção das varizes é por meio da prática regular de atividades físicas, principalmente caminhar ou correr, o que fortalece as pernas.

Mas manter um peso saudável, evitar ficar parado por muito tempo, não cruzar tanto as pernas, e procurar manter as pernas elevadas durante à noite também são ações que podem ser realizadas para evitar as varizes.

E vale lembrar que as varizes não são exclusivas das mulheres: uma grande parcela de homens também pode desenvolver o problema e requerer o melhor tratamento a fim de evitar complicações.

E aí, gostou do artigo sobre varizes e opções de tratamento? Então, para seguir recebendo dicas e muita informação sobre saúde, beleza e estética, siga também o Instituto Vitor Erlacher nas redes sociais. Estamos no Facebook e Instagram!